quarta-feira, 22 de junho de 2011

Comentários do espetáculo:"O Jogo do Poder"

Aos amigos de todo o Brasil que acessam meu blog todos os dias, aos alunos e amantes do teatro:

Fui ao teatro na noite de 3º Feira assistir ao “Jogo do Poder” com Ivam Lima. Entrei no teatro e a ribalta estava fechada. Foram longos 15 minutos de espera. Ao soar do último sinal, as luzes da platéia começaram a diminuir e permaneceram acesas, não se apagaram totalmente.

Achei estranho,pois esperava uma escuridão e o abrir da ribalta majestosamente.

O ator entra e se coloca no proscênio com a ribalta fechada e começa um diálogo com o público. Claro, que houve depois de um certo tempo, o abrir da ribalta, mas o espetáculo foi iniciado com um diálogo que estabelecia uma intimidade do ator para com o público.

O texto é lindo. Poético e bastante reflexivo. Durante o espetáculo, meus pensamentos foram levados à diversos pontos de reflexão sobre a vida, minha vida e sobre mim.

Ivam Lima mostrou mais uma vez o quão foi escolhido por Deus para esta missão que se chama “teatro”.O ator estava lindo, impecável, todo seu romantismo e felicidade nos contagiava à cada instante.

Após o espetáculo, enquanto público, saí dali com uma imensa vontade de assistir mais peças, chegando a ser uma fissura. Enquanto ator, o espetáculo “O Jogo do Poder” me fez refletir sobre minha profissão: ser ator não é uma profissão e sim um sacerdócio. Saí dali com uma vontade imensa de atuar! E enquanto dramaturgo, ao assistir o espetáculo, à todo momento minha inspiração se aguçava, e mil e uma idéias novas me sobrevieram.

Com certeza “O Jogo do Poder” está entre as melhores e poucas montagens de 2011. Um espetáculo que deve percorrer todo o país.

Para os profissionais de teatro: após o espetáculo, sua vida nunca mais será a mesma!

Obrigado Ivam Lima, pela noite maravilhosa e inspiradora que você nos proporcionou!

Jaime Júnior

Ator, Diretor, Professor e Dramaturgo

Cia de Teatro Paz em Cartaz

Graduado : Bristol University College – Theatre

Fall River – MA EUA

Licenciatura em Artes Cênicas – Universidade Federal de Goiás (Cursando)

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Montagem de Espetáculo - Recuperação

video

Estou montando um personagem muito dificil. Um pai ignorante, triste pela morte de sua esposa,abusava do filho sexualmente e meio "ogro". Tenho pesquisado a corporeidade do cavalo , seus sons, suas máscaras.
Pesquisei fotos no Google Imagens, vídeos no You tube. Comecei o processo de estudo , imitando o que ia vendo.
Mas, o que mais assimilei foi a energia que o cavalo emana. Uma energia rústica, impotente , forte. Em alguns momentos me debruçava em lágrimas. Homem rústico, triste, ignorante, colérico. Toda essa gama de energia tomava conta de mim.
Eis um vídeo que tras alguns segundos do que está sendo montado.